Síndrome do Pânico é Espiritual? Descubra Aqui

sindrome do panico é espiritual?

Será que a síndrome do pânico é espiritual?  Neste artigo, você vai ver a relação entre transtorno do pânico e mediunidade e vidas passadas, a síndrome do pânico pelo espiritismo e também o medo exacerbado na visão evangélica. E quais são os tratamentos espirituais para crises do pânico. Você irá descobrir quais são as causas e efeitos da síndrome do pânico, se os ataques realmente são causados por demônios. Vou analisar como algumas religiões explicam os ataques de ansiedade e trazer opiniões diferentes sobre as crises de pânico. Você também vai saber como a medicina tradicional explica, qual é a minha opinião e, de posse de toda essa informação, você poderá tirar suas próprias conclusões.

Durante meus tratamentos como terapeuta holística, é comum pessoas que sofrem de ataques de pânico me falarem o seguinte: “Eu fiz ecocardiograma, deu nada. Fiz eletrocardiograma e nada. Exames de glicose, sangue… Nada!”. Ou seja, o corpo físico está aparentemente bem, mas as crises de ansiedade continuam.

E você sabe como os ataques são terríveis: as pernas perdem o sentido, não se consegue andar, a fala é enrolada, bolo na garganta, boca seca, se treme pavorosamente, como se estivesse tendo convulsão, as mãos esticadas endurecem como cimento e há um formigamento assustador dentro da cabeça.

Já que a medicina muitas vezes não consegue achar o problema físico do paciente, será que a espiritualidade explica? Talvez você já tenha se perguntado isso, assim como essas pessoas:

sindrome-do-panico-e-espiritual

“Síndrome do Pânico é Espiritual?” é uma questão recorrente no Yahoo Respostas.

É disso que vou falar neste artigo. Se você fez exames, nada foi detectado. Então, se questionou: seria a causa do síndrome do pânico espiritual? Vamos descobrir juntos? Vem comigo!

 Síndrome do Pânico na Visão Evangélica

sindrome-do-panico-visao-evangelica

Os dados da síndrome do pânico, na visão evangélica, foram retirados de artigos redigidos por pastores

 

 

 

 

 

A Síndrome do Pânico na visão evangélica é separada entre dois pensamentos opostos. O primeiro crê que a causa da síndrome do pânico é provocada por espíritos malignos e o tratamento espiritual seria a oração, a bíblia e a fé em Deus. Já o segundo acredita que a Síndrome do Pânico não é causada pelo diabo, mas, sim, é uma doença física e deve ser tratada com medicamentos.

O pastor evangélico Renato Vargens é da segunda categoria. Ele diz que fica com vergonha cada vez que ouve um pastor falando que a síndrome do pânico é uma ação demoníaca. Ele não aceita que a doença seja tratada com origem diabólica e diz que não é o caso de expulsar “demônios da Síndrome do Pânico” – pois isso não existiria. Para ele, o transtorno do pânico é uma doença física e deve ser tratada como tal, com remédios e medicina tradicional. Claro que a fé importa na cura.

Já o pastor José Infante Jr., fica no meio termo. Ele não faz menção à qualquer entidade diabólica, mas afirma que, em alguns casos, um “pecado adormecido no profundo ser” pode reforçar a doença. Um crente com síndrome do pânico jamais deve ser condenado por falta de fé, segundo ele. Pois tal atitude apenas aumenta ainda mais sua culpa. O pastor aconselha que os crentes acometidos de síndrome do pânico tomem remédio prescrito por médico e busquem a cura também na palavra de Deus.

No entanto, o Pr. Ev. Sérgio Lopes garante que a síndrome do pânico e a depressão são provocadas por Satanás e ele utiliza passagens bíblicas para expressar seu ponto de vista. Para ele, a síndrome do pânico é espiritual. Veja um trecho de seu texto:

“Qual a garantia que a Bíblia nos dá de que a Síndrome do Pânico e a Depressão são provocadas por espíritos malignos? É Simples. A Síndrome do Pânico, o simples momentos de pânicos e a Depressão matam e segundo a Bíblia, quem veio para matar e destruir é Satanás e seus demônios. Jõ. 10: 8 – 10. Outra coisa, a Síndrome do Pânico e a Depressão é uma grande mentira que o diabo coloca na mente do homem. Jõ. 8: 44.”

Para ele, a única cura está em acreditar na palavra de Deus e fazer orações. Cabe salientar aqui um mito da síndrome do pânico: síndrome do pânico NÃO mata, apesar de quem sofre ter a sensação de que vai morrer devido ao coração acelerado. Apenas a depressão pode matar, quando a pessoa comete suicídio.

remédio natural síndrome do pânico

Clique na imagem e conheça meu remédio natural para síndrome do pânico

 

Demônio da Síndrome do Pânico

sindrome-do-panico-demonio

Algumas vertentes da Igreja Evangélica acreditam que a síndrome do pânico seja causada por demônios, mas isso não é consenso.

Como foi escrito acima, algumas vertentes da Igreja Evangélica acreditam que a Síndrome do Pânico é causada pelo demônio. Como se a pessoa estivesse possessa pelo Satanás e precisaria de tratamento espiritual para a cura – como orações e fé na palavra de Deus. No entanto, isso não é consenso entre os pastores.

Já o Espiritismo coloca que uma das hipóteses para a síndrome do pânico seja um espírito obsessor. Porém há ainda outras três causas para o transtorno segundo a doutrina, que você verá mais abaixo.

Uma explicação histórica para esta crença de demônio associado à síndrome é a própria origem do termo “pânico”. “Pânico” vem de “Deus Pã”, um dos deuses da mitologia grega. O Deus Pã cuidava da natureza e sua aparência era assustadora. Metade homem, metade cabra, com chifres. Ele gostava de assustar as pessoas. Depois da chegada do cristianismo, a imagem do Deus Pã se transformou no conhecido demônio. E passou a ser associado ao medo, à loucura, ao pecado e ao pânico.

No final das contas, acreditar se existe um demônio da Síndrome do Pânico depende da sua fé.

pdf gratuito síndrome do pânico e espiritualidade aqui

Baixe um PDF gratuito sobre síndrome do pânico e espiritualidade

Síndrome do Pânico Mediunidade

sindrome-do-panico-mediunidade

No espiritismo, alguns médiuns apresentam sintomas parecidos aos da síndrome ao começar a desenvolver a mediunidade

 

Muitas pessoas acreditam que a síndrome do pânico seja causada por espíritos e, por isso, quem é médium teria uma predisposição maior a ter ataques de pânico. A mediunidade é a incorporação de espíritos de outros planos, quando a pessoa que recebe passa a ser porta voz de outra alma. Como muitos não se reconhecem durante a síndrome do pânico, surge a dúvida se não seria um espírito incorporado.

Segundo Nadya Rodrigues da Silva Paiva, que estuda mediunidade há 30 anos, é possível que haja uma relação entre síndrome do pânico e a capacidade de incorporar as influências energéticas e espirituais. Ela salienta que a doença é comum entre pessoas muito sensitivas. A cura, de acordo com a estudiosa, é o autoconhecimento e o domínio de sua capacidade de consciência. Ela não aconselha o uso de medicamentos.

A ideia é dominar a mediunidade, ter controle de quando haverá a comunicação com espíritos de planos diferentes. Assim, aquele que recebe o espírito não se torna “joguete da influência alheia”, como ela diz. Nadya acredita que apenas com amor e autoconhecimento se chega à cura.

Já o espiritismo não confirma que necessariamente a síndrome do pânico tenha a ver com mediunidade – porém alguns médiuns desenvolvem sintomas semelhantes aos do transtorno, no início da aprendizagem. Muitas vezes os seguidores de Alan Kardec acreditam que a síndrome do pânico esteja relacionada com outras vidas, como veremos a seguir.

 

Síndrome do Pânico e Vidas Passadas

sindrome-do-panico-vidas-passadas

Agora você vai saber a relação entre síndrome do pânico e vidas passadas

 

Para quem acredita que exista outras vidas, que existe reencarnação, a resposta da causa da síndrome do pânico pode estar aqui. Segundo a terapeuta de vidas passadas Hee Jin Myung, quanto mais velho for um espírito, maior é seu medo de morrer. Medo de morrer, aliás, é um dos grandes medos paralisantes da síndrome do pânico.

É comum pessoas começarem a desenvolver a síndrome após entrar em contato com um ambiente muito lotado de gente. Isso poderia ser explicado porque talvez em suas vidas passadas tenham morrido pisoteadas por uma multidão, por exemplo. Ou outros tipos de mortes traumáticas como afogamento, acidente, desabamento de casa ou terremoto… A memória funciona como um gancho. Ao passar por um momento de estresse, o corpo espiritual “se lembra” da violência da morte. No entanto, a consciência atual não tem acesso a essa memória e apenas experencia o medo.

O tratamento seria fazer uma sessão de regressão de vidas passadas. Assim, a morte súbita e violenta entra para o consciente da pessoa. Ao reviver o passado e entender a origem do seu problema, a pessoa deixaria de ter síndrome do pânico.

remédio natural síndrome do pânico

Clique na imagem e conheça meu remédio natural para síndrome do pânico

Cura Síndrome do Pânico Espiritismo

sindrome-do-panico-espiritismo

O tratamento para síndrome do pânico no espiritismo é ir até uma casa e receber orientação

 

Segundo o espiritismo, a síndrome do pânico pode ser causada por quatro hipóteses: a primeira é que a pessoa estaria com um espírito obsessor. Já a segunda é que ela tenha uma predisposição genética a ter desequilíbrios químicos em função de delitos cometidos em vidas passada. E a terceira é que a mediunidade esteja começando a aflorar, o que desencadeia sintomas semelhantes à síndrome do pânico devido à aproximação de espíritos em estados de perturbação. Já a quarta hipótese é que, durante os ataques de pânico, a pessoa esteja acessando o pavor de mortes traumáticas de vidas passadas.

Como geralmente a pessoa não sabe como morreu nas vidas passadas, ela não sabe – não tem consciência – da causa real das crises de pânico (veja mais no subtítulo acima). A ordem em que enumerei as causas é aleatória. Para saber qual é seu caso, é indicado que você vá até uma casa espírita e receba orientação. Nos quatro tipos, há tratamento espiritual. Basta buscar uma casa espírita. E sempre é indicado que, após a pessoa receber orientação, estude a doutrina espírita. De qualquer maneira, os espíritas não descartam tratamento médico, com psiquiatra. Pelo contrário, a casa espírita vai funcionar como um auxílio em paralelo ao tratamento médico.

 

Joana de Angelis Síndrome do Pânico

O livro “Amor Imbatível Amor”, do espírito Joana de Angelis, psicografado por Divaldo Franco, fala sobre síndrome do pânico. O livro faz parte da literatura espírita. Segundo ela, a síndrome do pânico é causada por delitos cometidos em vidas passadas. Em função de erros em vidas passadas, o corpo da vida atual tem predisposição genética a ter desequilíbrio químico (razão científica das crises).

pdf gratuito síndrome do pânico e espiritualidade aqui

Baixe um PDF gratuito sobre síndrome do pânico e espiritualidade

Síndrome do Pânico na medicina

A síndrome do pânico ocorre após intensa ansiedade, quando é liberada uma química no cérebro, gerando pânico descontrolado. Veja o vídeo do médico Drauzio Varella:

O tratamento médico é a base de ansiolíticos e às vezes antidepressivos, junto à psicoterapia. A medicina tradicional não acredita que a síndrome do pânico seja espiritual.

Minha opinião

sindrome-do-panico-espiritual

E o melhor de tudo: eu sei como você pode ter sua vida de volta com um remédio natural para síndrome do pânico

Decidi escrever sobre isso, pois era uma dúvida dos leitores. Acredito que a informação liberta e talvez com o que te passei, você consiga achar um caminho para a cura. Vamos analisar essa situação de um prisma totalmente diferente e vou começar lhe fazendo uma pergunta: E se o medo de morrer não fosse seu e sim do próprio medo?

Deixe-me explicar

Neste Ebook que você pode baixar gratuitamente, você poderá compreender melhor o que vou explicar aqui.

Vamos partir do pressuposto que a Síndrome do Pânico é um Grupo de Medos Agindo em Conjunto. Pois bem, a pergunta seguinte é: _ Mas de onde surgem os medos?

De onde surgem os medos?

Bem, a primeira coisa a informar é que cada um criar, alimenta e resolve os seus medos. Ou seja, os medos que você sente, de alguma forma, você os criou.

A criação dos medos está associada a quatro hipóteses.

A primeira é através de medos aprendidos e a grande maioria dos influenciadores começa com a letra “P”. Pais, professores, parentes, padres, pastores, políticos, propaganda, parceiros. Você, com certeza lembra-se de coisas que foram ensinadas assim como no meu caso, que até hoje, tenho medo de falar com pessoas estranhas, pois foi ensinado que eu não falasse com pessoas estranhas, pois era perigoso.

Já a segunda forma de criar nossos medos imaginários. Sabe aqueles dias em que sua cabeça é parceira do “e se”? E se der errado?  E se nada der certo? E se eu morrer? E se … E daqui a pouco, sua mente já não consegue mais distinguir a realidade da fantasia criada em sua cabeça. Ou seja, você acabou de criar vários medos assustadores somente pensando no pior.

Na terceira hipótese de surgimento de medos é baseado em medos nascidos de fatos reais que você viveu.  Sim, eu sei que você deve estar pensando que esses medos são justificáveis, pois bem, vamos a um ponto bem interessante. Sim, os medos se apresentaram, só que foram intensificados no momento que esse fato foi relatado para inúmeras pessoas e revivido centenas de vezes em sua mente. Esse é o agravante, pensar e falar sobre o assunto sem parar.

O quarto e último ponto é o que eu apelidei de “o medo do sofá da sala”. Isso mesmo. É aquele momento que você pega seu jornal ou liga sua TV para se “informar” dos últimos acontecimentos. As tragédias, onde a maioria  começa com a letra “a”, acidentes, assassinatos, assaltos, mortes… Ao se expor a essas informações, automaticamente você deixa que novos medos se instalem em sua vida.

Além disso, sua vida acelerou, você assumiu inúmeros compromissos, o tempo parece que não é o suficiente e começa o medo de não vencer, o medo de ser cobrado, o medo de errar e ainda por cima não consegue dizer não e continua assumindo mais coisas. Isso te parece familiar?

Pensa comigo, você ainda acredita que é a síndrome do pânico é  espiritual?

Outra coisa, você de uma hora par outra do nada, começa a ter crises. Do nada?

Você acabou de ver, nas quatro formas de criar e alimentar os medos, que isso tudo já vem se construindo há algum tempo. Não é?

E agora quero partir para mais uma reflexão. O medo é uma emoção. Isso quer dizer que ele está instalado no nível emocional. Isso mesmo, eu falei nível emocional. Ou seja, não é físico, nem espiritual e muito menos mental.

Se analisarmos esse fato, surge uma pergunta. Mas então é por isso que medicamentos, tratamentos psicológicos e espirituais demoram tanto para surtir efeito? A minha resposta é sim. Pois o nível que teria que ser acessado, que é o emocional, não está sendo tratado.

No entanto, te convido a um caminho da cura muito mais rápido… Eu desenvolvi um método em que falo (acesso) diretamente com as emoções e a pessoa, em menos de cinco minutos consegue se libertar de um medo. Já ajudei muitos clientes a acabarem com a síndrome do pânico. E você, está pronto para ter sua vida de volta? Entre aqui.

Conclusão

sindrome-do-panico-espiritual

Acreditar que a síndrome do pânico é espiritual depende da sua fé

No final das contas, acreditar que a síndrome do pânico é espiritual depende da sua crença e religião. Não necessariamente é causada pelo “diabo” – apenas algumas vertentes da igreja evangélica creem nisso. Outras apontam que o transtorno de pânico é apenas uma doença do corpo e deve ser tratada com medicamentos.

Já no espiritismo, nem sempre ter síndrome do pânico significa que você esteja com um espírito obsessor. Pode ser que você esteja começando a desenvolver mediunidade ou seu corpo esteja acessando memórias de vidas passadas. Mortes traumáticas anteriores.

Eu respeito toda diversidade de crença, mas, na minha opinião, a síndrome do pânico não é espiritual. A síndrome do pânico vem de medos. Medo de morrer, de enlouquecer e até medo do medo (medo de ter outra crise de ansiedade). E medos são emoções. Por isso, a síndrome do pânico deve ser tratada no nível emocional. Sorte sua que chegou até aqui, pois eu tenho um remédio natural que cura o transtorno do pânico. Clique aqui e saiba mais.

E você, no que acredita? A síndrome do pânico é espiritual? Comente abaixo com sua opinião.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Edi Kalsing trabalha como Terapeuta Holística e nas horas vagas escreve para o blog "O Blog do Autoconhecimento" e além disso está lançando uma técnica pioneira de "Transformação Emocional". Acredita que podemos estar sempre fazendo algo para deixar um mundo melhor.

Tags: , , , , , ,

Comentários do Facebook:

Deixe um Comentário (Não há comentários até o momento)

Não há comentários até o momento

audio-adminsitrando_a_ansiedade_3.jpg

.