Você Cuida do Seu Filho Como se Cuida de Alfaces? – Edi Kalsing Terapias

Hoje vou relatar uma história que ouvi neste fim de semana o qual me fez refletir e agora quero saber se você cuida do seu filho como se cuida de alfaces. (Vou usar nomes fictícios em meu relato.)
Antônio de 9 anos, um menino muito educado e inteligente, me contou que havia comentado com sua mãe sobre um brinquedo que gostaria de comprar. Sua mãe Paula, explicou que no momento não estaria em condições de gastar uma quantia maior porque estava na hora de comprar o material escolar pra ele. 
No mesmo dia à tarde, ele encontrou-se com sua prima Camila de 7 anos e começaram a fazer um plano para, em vez de pedir mais dinheiro de sua mãe, eles poderiam palenejar algo que pudessem vender e fazer multiplicar sua própria mesada. 
Precisaria ser algo que não fosse perigoso, portanto, lidar com fogo nem pensar, e teria que ser algo que não usasse matéria prima de sua mãe.
Antônio e Camila, depois de planejarem bastante decidiram que comprariam mudinhas de salsa, cebolinha e alface. Plantariam as mesmas separadamente em potes, onde as mesmas depois de crescidas seriam vendidas para tios, parentes, vizinhos e amigos.
Saíram então para a compra das mudas e começaram o processo de transplanta-las para os vasinhos. Deram água e ficaram aguardando o dia seguinte. Já no outro dia, perceberam que as plantinhas estavam murchas, resolveram dar mais água e nada das mudas melhorarem. Ao observar melhor para ver o que estava acontecendo, o tal do pote não tinha furo e estava com 1/4 de água no fundo. Correram perguntar para a mãe de Antônio o que poderia ser feito, então a mãe lhes deu  pequenos vasos de flores que estava sobrando. Trasplantaram novamente as mudas e  na verdade eu só sei da história até ali, mas vi as mudinhas e parece que vão “vingar”.

Mas confesso a vocês que minha cabeça começou a fervilhar com inúmeras perguntas.

-Como um menino de 9 anos poderia ter entendido tão prontamente sua mãe?
-O que fez ele querer “fazer” seu próprio dinheiro?
Conheço Antônio e é um menino muito educado e calmo.
Passei a refletir e lembrei que a Daiane, minha filha, sempre tivera comportamentos parecidos com os dele. Do tipo:
– Mãe não precisa comprar roupas novas, essa ainda serve.
Ela também chamava nossa atenção em casa quando estávamos querendo fazer uma conta maior do que podíamos no momento.

Bom, fiz uma avaliação de que poderia ter sido o motivo desse menino ser tão “adulto” em suas idéias e cheguei a seguinte conclusão.

-Antônio tem uma mãe que o olha nos olhos enquanto ele fala com ela.
– Ela fala com jeito, sem gritos ou ameaças.
-Ela se preocupa com o que seu filho está SENTINDO e não somente em como ele está se comportando.
-Ela participa de suas idéias e ajuda para que isso se realize.
– Ela compra o livro que ele está muito a fim de ler e quer saber o que está acontecendo na história do livro.
– E faz mais, ela compra o filme relacionado ao livro e senta com ele para assistir.
– Antônio já pôde abrir um largo sorriso quando viu seu pai sentado na arquibancada, enquanto ele jogava sua bola.

“E isso me reportou ao passado quando minha filha Daiane, queria muito mandar uma carta para o Kaká da Seleção Brasileira. Uma época em que nossa internet era discada e lenta. O ICQ era o meio de chat e os arquivos ou vídeos levavam até meia hora para abrir(risos).
Participei e me envolvi com o desejo dela, comprei envelope, selo e levei a carta ao correio. Nunca teve resposta, mas ter participado do sonho dela deve ter feito a diferença para ela.
Da mesma forma que participava dos queres dela, eu também repreendia quando não concordava com atitudes dela, como por exemplo no dia em que tirou uma nota “vermelha” e teve que pedir assinatura minha e com medo, resolveu assinar por mim. Tivemos uma conversa de olho no olho e isso nunca mais se repetiu.”

E como é seu filho? É agitado, grita o tempo todo e não respeita ninguém? 
Se a resposta foi sim, eu volto uma pergunta para você.
-Você por acaso sabe ter paciência e conversar com jeito, ou seja, respeitar seu filho como um ser humano merece ser respeitado?
Não é porque é criança que podemos ser mal educados, agir com violência ou falar aos gritos.
Sabia que os gritos mostram o quão distantes estão os corações de vocês?
 É por isso que namorados sussurram e se entendem. Os corações estão bem juntinhos.
Um filho não é um brinquedo que se coloca numa prateleira quando se está cansado, irritado ou desanimado.
Lembro que quando fiquei sabendo de minha gravidez, minha maior preocupação foi em como criar e educar esse novo ser que estava por chegar. Comprei livros, revistas e comecei a ler e vi que não haviam respostas prontas, e que o segredo não estava em ter quantidade de tempo, e sim  QUALIDADE no tempo disponibilizado com os filhos.

Precisamos saber dosar, não dar limites demais, nem limites de menos para nossos filhos. É mais ou menos como as alfaces de Antônio, água demais ou água de menos, murcha e mata a plantinha…
Seu filho é uma “mudinha” que você colocou no mundo.Cuide dela!!!
E assim como a alface, ele precisa de atenção, carinho e cuidados.

Não exitem crianças problemáticas, exitem crianças com problemas.
*Ouça seu filho…
*Olhe em seus olhos com amor enquanto dialogarem…
*Pare com seus afazeres para ouvi-lo.
*Brinque com ele, ou faça algo diferente, mas algo que ele goste…
*Participe dos seu sonhos…
*Saiba elogiar também, ser criticado o tempo todo nem você gosta, não é mesmo?
*Dê limites para seu filho, antes que a Vida ou estranhos o façam.
 
 “Todos pensam em deixar um planeta melhor para os  filhos….  
Que tal deixar filhos melhores para o nosso planeta?” Herbert Vianna

 



Edi Kalsing trabalha como Terapeuta Holística e nas horas vagas escreve para o blog "O Blog do Autoconhecimento" e além disso está lançando uma técnica pioneira de "Transformação Emocional". Acredita que podemos estar sempre fazendo algo para deixar um mundo melhor.

Comentários do Facebook:

Deixe um Comentário (9 comentários até o momento)


  1. Kellen Medeiros
    6 anos ago

    Nossa Edi que postagem mais linda!! Porque eu penso da mesma maneira se todos olhassem para suas crianças com amor e atenção muitos adultos hoje seriam diferentes!! Tenho 3 filhas e não me arrependo de ficar em casa cuidando delas o que eu dou ninguém nunca vai tirar! Beijos em seu coração AMEIII!!!

  2. Querida Kellen, muito obrigada pela sua participação nesta postagem. Eu tinha certeza de que vc seria dessas mães com filhos fantásticos. Você está de parabéns!! Um grande abraço e muito obrigada mais uma vez…


  3. Ro
    6 anos ago

    opa, mto bom texto, gostei das palavras limpas e faceis de se entender…Estou acompanhando seu blog, sucesso..


  4. Cristal
    6 anos ago

    Minha querida Edi… essa postagem está demais!!!!! Amei!!!! Te conto que meus filhos são o meu orgulho… Nós sempre nos entendemos muito bem… eu sempre procurei ser amiga deles e acho que consegui. Uma vez, minha filha com uns 14 anos mais ou menos quis ter uma banda cover da Britney Spears e arrumou umas amigas em uma cidade vizinha à minha. Todos os sábados eu a levava até lá para ensaiar. Claro que não deu certo a banda, mas eu estive ao lado do sonho dela todo o tempo. Hoje minha filha é designer porque sempre incentivei o talento dela para as artes. Tenho muito orgulho dos meus filhos e acho que criei meus filhos como alface sim.
    Adorei a sua postagem. Você está de parabéns minha amiga…
    Um grande beijo no seu coração!


  5. Daiane
    6 anos ago

    Gostei da postagem e acredito que é assim que as coisas funcionam aqui em casa. Só queria entender, porque meu nome sempre tem que estar por dentro dessas postagens?? hehehehe.. Gostei do exemplo e, confesso que nem me lembrava mais disso hehehe.
    Bjus


  6. edikalsingterapias
    6 anos ago

    Oi Filhota querida!! Quanta honra ter um comentário em meus posts!! Fiquei emocionada!! Muito obrigada querida. Que bom que vc não me deixa mentir, heheh Um enorme beijo em teu coração… Amo você minha filha…


  7. Anonymous
    6 anos ago

    Ameeeeeeeeeeiiiiii Edi! Parabéns pelas palavras. aline

    • Oi Aline!!!
      Que bom que você gostou!!
      Teu retorno foi de extrema importância para mim!!
      Grande abraço querida!!!

.

Curta Minha Página