Edi Kalsing – Terapeuta Holística e Coach de Vida http://edikalsing.com Autoconhecimento, síndrome do pânico e como superar medos Fri, 10 Apr 2020 14:40:31 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=5.4.7 http://edikalsing.com/wp-content/uploads/2018/09/cropped-icone-edi-kalsing-32x32.png Edi Kalsing – Terapeuta Holística e Coach de Vida http://edikalsing.com 32 32 Autoconhecimento, síndrome do pânico e como superar medos Edi Kalsing – Terapeuta Holística e Coach de Vida Autoconhecimento, síndrome do pânico e como superar medos Edi Kalsing – Terapeuta Holística e Coach de Vida http://edikalsing.com/wp-content/plugins/powerpress/rss_default.jpg http://edikalsing.com/blog/ O Efeito Do Amor http://edikalsing.com/o-efeito-do-amor/ http://edikalsing.com/o-efeito-do-amor/#respond Fri, 10 Apr 2020 14:40:31 +0000 http://edikalsing.com/?p=2843 O Efeito do Amor Será que conseguimos explicar o que é o amor? Qual seria o efeito do amor? Ah, […]

The post O Efeito Do Amor appeared first on Edi Kalsing - Terapeuta Holística e Coach de Vida.

]]>
O Efeito do Amor
Será que conseguimos explicar o que é o amor?

Qual seria o efeito do amor?
Ah, quem já não teve uma experiência baseada no amor!!
Você já percebeu que quando se ama as cores parecem mais vibrantes e tem se a impressão que tudo conspira ao nosso favor?

Na Revista Mente Cérebro diz que o toque amoroso tem efeito analgésico e é provavelmente por isso que um abraço afetuoso acalma e reanima.
Para sentir o amor,  precisa ser necessariamente baseado para uma pessoas?
Na minha experiência como terapeuta eu percebo que existem várias formas de vibrar amor. Vejo que tem pessoas apaixonadas pela vida, outros aprenderam a amar a si mesmos e em consequência amam tudo o que os cerca.
Amor, amor, amor… Amor pelos animais, pela sua profissão, enfim, o que importa é amar…
Amar cura, assim como mantém a saúde, o amor nos deixa mais felizes
Afeto, algo que proporciona uma sensação de aconchego e paz.
Para esclarecer ainda mais o efeito do amor eu gravei um vídeo onde conto 3 histórias demonstrando o quanto amar faz a diferença.

Assista ao vídeo O Efeito Do Amor

Vídeo O EFEITO DO AMOR COM player

 

The post O Efeito Do Amor appeared first on Edi Kalsing - Terapeuta Holística e Coach de Vida.

]]>
http://edikalsing.com/o-efeito-do-amor/feed/ 0
INSTAGRAM, mais uma forma de estar com VOCÊ! http://edikalsing.com/instagram-mais-uma-forma-de-estar-com-voce/ http://edikalsing.com/instagram-mais-uma-forma-de-estar-com-voce/#respond Mon, 21 May 2018 00:11:44 +0000 http://edikalsing.com/?p=3531 The post INSTAGRAM, mais uma forma de estar com VOCÊ! appeared first on Edi Kalsing - Terapeuta Holística e Coach de Vida.

]]>

The post INSTAGRAM, mais uma forma de estar com VOCÊ! appeared first on Edi Kalsing - Terapeuta Holística e Coach de Vida.

]]>
http://edikalsing.com/instagram-mais-uma-forma-de-estar-com-voce/feed/ 0
Crise de Ansiedade: O Que Fazer em 4 Passos Simples http://edikalsing.com/crise-de-ansiedade-o-que-fazer-em-4-passos-simples/ http://edikalsing.com/crise-de-ansiedade-o-que-fazer-em-4-passos-simples/#respond Sat, 15 Apr 2017 19:18:00 +0000 http://edikalsing.com/?p=3273 Neste artigo, você vai saber o que fazer durante uma crise de ansiedade e como controlar a ansiedade de forma […]

The post Crise de Ansiedade: O Que Fazer em 4 Passos Simples appeared first on Edi Kalsing - Terapeuta Holística e Coach de Vida.

]]>
Ataque-de-ansiedade

Neste artigo, você vai saber o que fazer durante uma crise de ansiedade e como controlar a ansiedade de forma geral. É possível que sua ansiedade venha junto com uma síndrome do pânico. A crise de pânico é a sensação de que algo ruim pode acontecer a qualquer momento. E, para piorar, vem os pensamentos que tomam a sua mente com ideias fixas muito difíceis de explicar. É normal você pensar apenas na morte. Agonia. E, consequentemente, vem as reações físicas. Mas hoje eu vim aqui para ajudar você de uma forma diferente.

Você já imaginou receber dicas que valem tanto para a crise de ansiedade como também para fora dela?

E, o melhor, que podem te tirar desse sofrimento para sempre!

Leia as dicas abaixo, que além de ser conteúdo totalmente diferente do que você leu até hoje, são dicas incríveis e que podem tirar você desse estado que se encontra para um estado de tranquilidade e equilíbrio.

1 – RESPIRAÇÃO CORRETA: Faça uma respiração como nunca fez

crise de ansiedade - 1 passo simples
crise de ansiedade – 1 passo simples

Pense comigo, quando falamos em respirar fundo, qual a primeira coisa que fazemos? Começamos a respirar fundo, não é mesmo? Pois bem, a partir de hoje será diferente.

Preste muita atenção. Ah, antes disso quero explicar algo muito importante e você vai aprender algo novo e que vai valer ouro.

Quando nos assustamos, qual a primeira coisa que todos fazemos? É respirar rapidamente uma pequena quantidade de ar, não é mesmo? E além de levar pouco ar para dentro do pulmão, na sequência passamos a respirar rápida e superficialmente. Essa respiração sinaliza perigo ao nosso cérebro.

O que eu vou pedir para que você faça a partir de hoje é o seguinte:

Pois é agora que quero que preste muita atenção.

O que vou te ensinar, além de ser uma respiração consciente, ela será totalmente diferente da respiração que descrevi acima.

Você vai, em vez de colocar ar para dentro, você vai antes de tudo esvaziar totalmente seus pulmões. Isso mesmo! Retire todo o ar levando inclusive seu abdômen totalmente para dentro e a partir de então você começa com respirações lentas e profundas. Inspirando lentamente e soltando bem devagar!!

Essa nova forma de respirar conscientemente vai sinalizar para o cérebro que está tudo bem! É uma informação totalmente oposta ao que você estava acostumado a passar.

Utilize esse novo jeito de respirar durante o ataque de pânico e ao longo dos seus dias. Faça diariamente umas 3 a 4 respirações sempre que lembrar. Treine essa nova respiração o máximo que puder. Isso fará com que as crises não cheguem e você passará a ser mais tranquilo para viver seus dias.

 

2- CONTROLAR MENTE – A mente é sua, tome as rédeas.

2ª dica para controlar crise de ansiedade
2ª dica para controlar crise de ansiedade

O mundo está cada vez mais hiper acelerado e hiper conectado.

As pessoas não param mais de pensar, até mesmo quando vão dormir.

Imagine uma charrete, isso mesmo, aqueles carros de mola, tipo carruagem e que são puxados por cavalos. Pois bem, a charrete representa sua jornada de vida. Você, sentado no banco é o representante dos tuas vontades e desejos. Os cavalos representam os teus pensamentos.

Pessoas que estão convivendo com pânicos, deixaram com que os cavalos sentassem no banco e colocassem você a puxar a charrete.

O que você precisa fazer é voltar a ter as rédeas da sua jornada de vida em suas mãos.

Então numa crise de ansiedade, e fora dela também, não deixe jamais que os pensamentos te enlouqueçam e te conduzam para o desespero.

Passe, a partir de agora, a observar melhor a qualidade dos teus pensamentos. Observe-os a todos os instantes. Lembre-se, as rédeas precisam ficar em suas mãos e não com os cavalos.

Pense positivamente, acredite mais em sua força. Deus te criou com todas os potenciais para viver com equilíbrio, harmonia e paz. Quem destrói esse potencial são seus pensamentos em sua forma de pensar negativa e exageradamente.

Então, comece agora a se observar em relação ao que você pensa. E na crise tenha frases prontas do tipo:

“Isso também vai passar”;

“Vai ficar tudo bem”;

“Eu escolho respirar de forma diferente e acalmar minha mente”;

“Vai dar tudo certo…”

 

3 – ESTAR PRESENTE – No agora, é o lugar onde se deve ficar

3ª dica para controlar crises de ansiedade
3ª dica para controlar crises de ansiedade

Acabamos de falar da famosa cabeça pensante que como cavalos desgovernados, muitas vezes estão conduzindo você ao abismo.

Chega disso!!!! A partir de agora é você que vai tomar as rédeas da sua vida. Vamos juntos nessa? Você se compromete comigo de que vai fazer o teu melhor para viver uma nova experiencia, uma nova vida?

Então vamos lá.

Acompanhe minha linha de raciocínio.

Vamos falar de tempo, ou melhor, da eternidade.

 

Veja essa citação de Bob Marley

“Não me importo se vai haver o amanhã. Pois me deram uma vida, não uma eternidade”.

 

É exatamente sobre isso que quero falar.

O momento presente é uma linha tênue dentro da eternidade e se não soubermos ficar dentro dessa tênue linha é sofrimento na certa. E provavelmente esse está sendo o ponto chave que precisa ser mudado em sua vida.

O convite que estou lhe fazendo é: Vamos ficar no aqui agora? Sim eu sei, você tem medo do depois, do amanhã e do futuro. Vou aproveitar para fazer uma pergunta. Onde lhe levou esse medo? Ajudou-lhe a viver com medo do que está por vir? Não né? Pois lhe trouxe para esse desespero que você está vivendo todos os dias. Eu sei que a culpa não é sua. Tudo acelerou, todos correm, mas isso não significa que você também precisa viver assim. A escolha é sua. Lembra, as rédeas estão em suas mãos. Ou você quer continuar as rédeas nas mãos dos teus pensamentos?

Saiba que 90% dos medos criados em sua mente não se realizaram e nem irão se realizar. Portanto, você pode viver uma vida 90% melhorada se você mudar sua forma de pensar e viver dentro do presente.

Sabe por que eu quero tanto que você viva no aqui, no agora? Pois esse é o único lugar dentro da eternidade em que podemos realmente fazer diferente. O que acabei de citar tem tudo a ver com a citação de Bob.

Viva o agora, viva o hoje conscientemente e isso vai fazer a tua vida ter sentido.

Vamos falar um pouco sobre esse sentido? Sentido é uma direção, é o saber aonde quer chegar e onde quer passar. Mas se você está fora do caminho, fora da direção que você quer chegar, então não tem sentido, não tem rumo e então vem o desespero. o medo, o pânico.

O estar fora é estar vivendo fora do momento presente, fora do aqui agora. É estar com a cabeça lá no passado se culpando por não ter feito diferente, por não ter deixado de lado uma loucura que fez. Mas já está feito, não está? Tem como voltar atrás? Também não, então viver no passado é um sinalizador que você está errando o sentido, para lá você não vai chegar a lugar algum, esse caminho nem faz sentido.

E você pode ser aquela pessoa que acelerou seus pensamentos, a ansiedade é seu guia e você quer tudo para ontem. Quer saber o que vai acontecer amanhã e é claro, quer saber como vai acontecer, não é mesmo? Só que nunca é como você quer. Isso é mais um sinalizador que o caminho, o sentido não é esse. Pois o amanhã nunca chega, ele sempre se transforma “num hoje” e o hoje é o sentido, é o caminho. É no hoje que você pode realmente fazer diferente, mudar, criar, decidir e fazer. Bem, volto a fazer o convite, vamos juntos viver o hoje? Então vem comigo, pois é nele que você vai encontrar o verdadeiro sentido para a tua vida. Para lhe ajudar, tenho um áudio que eu mesma gravei e o nome é Administrando a Ansiedade e que você pode baixar gratuitamente aqui.

 

4 – ÁUDIO PARA ADMINSTRAR A ANSIEDADE: E algo mais rápido e 100% natural?

4ª dica para controlar crise de ansiedade
crise de ansiedade tem cura

Nunca havia parado para pensar sobre algo bem óbvio. Os tratamentos das crises não estavam sendo feitos pela via certa.

Pense comigo, o medo não é algo físico. Pelo menos nunca vi alguém segurar o seu medo na mão e mostrar para todos o tamanho, formato e, além disso, o medo também não é lógico. O medo é uma emoção. Simples assim.

Seria esse o motivo para os tratamentos medicamentosos e psicológicos serem tão demorados e não surtirem resultados satisfatórios?

Eu já tenho certeza absoluta que é por isso mesmo. E vou contar aqui porque eu tenho tanta certeza. Porque eu mesma vivi quase 40 anos com medos que me paralisavam e nenhum tratamento resolveu essa situação. Mas num certo dia, fiquei livre de um medo de um dia para outro. Sim, você ouviu direito. Eu descobrira naquele momento uma forma segura e 100% natural e que atuava diretamente no emocional, e o melhor, acaba com uma emoção em menos de 5 minutos. É, eu disse emoção, e seu medo isolado é uma emoção e sua crises são vários medos agindo em conjunto, ou seja, são  várias emoções.

Para resolver os medos, basta a pessoa fazer a lista dos medos que ela tem e reservar alguns minutos para ouvir um áudio que desenvolvi, o Método de Transformação Emocional. Ele vem com um passo a passo e dependendo da quantidade de medos que precisam ser eliminados, é questão de horas para você ficar livre deles. Ficou interessado? Clica aqui e acabe com suas crises de ansiedade agora! E de presente vou te dar um áudio para administrar a ansiedade. Clique aqui e receba seu presente.

Conclusão

Como você pôde ver, os ataques de ansiedade podem ser resolvidos com estes quatro passos simples: 1º faça uma respiração correta, botando todo o ar para fora e depois colocando de volta. 2º Controle seus pensamentos, tome as rédeas de sua mente. 3º Esteja presente no aqui e agora e 4º livre-se de uma vez por todas dos ataques de ansiedade, dissipando seus medos, de forma natural e rápida com meu método de Transformação Emocional.

Clique na imagem e conheça meu remédio natural para síndrome do pânico
Clique na imagem e conheça meu remédio natural para síndrome do pânico

The post Crise de Ansiedade: O Que Fazer em 4 Passos Simples appeared first on Edi Kalsing - Terapeuta Holística e Coach de Vida.

]]>
http://edikalsing.com/crise-de-ansiedade-o-que-fazer-em-4-passos-simples/feed/ 0
26 Sintomas Síndrome do Pânico e 7 Depoimentos http://edikalsing.com/sintomas-sindrome-do-panico/ http://edikalsing.com/sintomas-sindrome-do-panico/#comments Sat, 08 Apr 2017 20:19:29 +0000 http://edikalsing.com/?p=3265 Neste artigo, você verá 25 sintomas Síndrome do Pânico e também irá ler sete depoimentos sobre a doença. Você verá […]

The post 26 Sintomas Síndrome do Pânico e 7 Depoimentos appeared first on Edi Kalsing - Terapeuta Holística e Coach de Vida.

]]>

Neste artigo, você verá 25 sintomas Síndrome do Pânico e também irá ler sete depoimentos sobre a doença. Você verá quais são as reações físicas e mentais no paciente. Também irei responder se a síndrome do pânico pode matar e, por fim, se os ataques de ansiedade têm cura. Está pronto? Vamos lá!

Já vou adiantar agora: apesar da síndrome do pânico dar a sensação de que você vai morrer, isso não acontece. A síndrome do pânico pode matar? NÃO. Se você está tendo uma crise de ansiedade agora, respire fundo várias vezes e repita consigo “isso não mata, isso não mata”. E saiba que existe cura, sim. Mas disso eu vou falar mais adiante. 😉

Síndrome do Pânico Sintomas Físicos

Durante os ataques de ansiedade, é comum sentir os seguintes sintomas físicos:

– Boca seca

– Bolo na garganta

– Coração disparado

– Formigamento ou dores na cabeça

– Dormência dos braços ou pernas

– Suor excessivo

– Ondas de calor

– Tontura e sensação de desmaio

– Aperto no peito, sensação de pontadas no coração

– Náuseas

– Falta de ar, dificuldade de respiração

– Dificuldade de ouvir, como se tudo ficasse distante

– Alteração na vista, tudo fica nublado ou desfocado

– Mãos trêmulas

– Vista embaçada

– Necessidade de ir ao banheiro

Não necessariamente o paciente experiencia todos os sintomas físicos, às vezes apenas alguns deles. Também durante o ataque de pânico, há sintomas mentais.

sintomas físicos e mentais sindrome do Pãnico
Veja os sintomas físicos e mentais da síndrome do pânico

Síndrome do Pânico Sintomas Mentais

– Medo de morrer ou ter ataque do coração (você não vai morrer, síndrome do pânico não mata!)

– Desespero

– Ansiedade extrema sem razão aparente

– Nervosismo em atividade que antes eram normais

– Desconforto em locais públicos, também conhecido como agorafobia

– Pensamentos ruins recorrentes, que não conseguem parar

– Medo descontrolado de parar de respirar

– Certeza de que se está doente, mesmo que exames mostrem estar tudo normal

– Medo de enlouquecer

– Medo do medo, medo de ter novos ataques acaba gerando ansiedade que culmina em nova crise

– Despersonalização, impressão de desligamento do mundo exterior, como se estivesse vivendo um sonho

– Desrealização, distorção da percepção impede diferenciar a realidade da fantasia

Aqui, novamente, nem todas as pessoas sentem todos os sintomas enumerados, mas alguns deles.

Clique na imagem e conheça meu remédio natural para síndrome do pânico
Clique na imagem e conheça meu remédio natural para síndrome do pânico

A síndrome do pânico pode ser confundida com:

– ataque do coração

– problemas na tireoide

– esclerose múltipla

– tumores cerebrais

Isso porque os sintomas físicos são semelhantes, mas não se preocupe. Se você tiver síndrome do pânico, não há nada de errado com o seu corpo. Ou seja, você não sofre de nenhuma dessas doenças. A parte biológica está bem, os exames clínicos devem comprovar a normalidade.

Outro ponto bem importante a ser levado em consideração é que o que diferencia um ataque de pânico de um ataque cardíaco ou enlouquecimento é o medo. Ou seja, só no pânico haverá a presença do medo, ataque cardíaco ou surto psicótico, não há envolvimento de medo.

No entanto, um alto nível de ansiedade se acumula e gera a crise de pânico. Esse estado de pavor seria considerado comum se a pessoa estivesse em situação de perigo. O problema é que geralmente as crises acontecem quando tudo está aparentemente bem. Numa festa, na fila do supermercado, em casa ou até dormindo.

Os cientistas ainda não sabem exatamente por que a síndrome do pânico ocorre. Não existe uma regra que se aplique a todo mundo, mas alguns fatores são apontados como possíveis responsáveis. Veja a lista abaixo.

Baixe AQUI

seu PDF dos 26 sintomas – Síndrome do Pânico

Causas da Síndrome do Pânico

– predisposição genética

– passar por algum trauma que desencadeie os ataques, como acidentes, assaltos ou até traumas infantis

– estresse agudo

Na minha experiência como terapeuta, grande parte de pessoas portadoras de síndrome do pânico começou a desenvolver o transtorno em função do estresse. Geralmente são pessoas que se sobrecarregaram demais e que são consideradas eficientes nos seus trabalhos. Por isso, não se reconhecem ao ter episódios de ataques do pânico.

A síndrome do pânico afeta duas vezes mais mulheres do que homens. E há casos desde crianças até idosos com ataques de ansiedade constantes. No entanto, a faixa etária predominante é de 18 a 35 anos. Somente nos Estados Unidos, a doença já alcançou de 3 a 6 milhões de pessoas.

Ao ser diagnosticado, o paciente é dividido entre “com agorafobia” e “sem agorafobia”. Agorafobia é o medo de estar em locais com muitas pessoas como shoppings, supermercados, shows, etc. A diferença para outras fobias é que a pessoa sente o medo antes de ter contato com o objeto do medo. Ou seja, está em casa e tem medo de sair. Se você teve apenas uma crise de pânico, não necessariamente significa que você tem o transtorno. Para ser diagnosticado, é preciso ir até um psiquiatra.

 

Síndrome do Pânico Depoimentos

Separei para você alguns depoimentos de pessoas com síndrome do pânico. Elas narram os sintomas dos ataques de ansiedade. Esses depoimentos eu colhi na internet, em grupos de apoio e comentários de reportagens.

Como não pedi autorização para o uso dessas falas (apesar de elas estarem disponíveis na internet), vou deixar todos anônimos. Acredito que compartilhar experiências é uma forma de diminuir o preconceito. Se você é dono de algum dos comentários abaixo e não gostou de ter seu depoimento compartilhado, por favor, me avise que irei tirar imediatamente do ar.

1 – Síndrome do Pânico Depoimento: “só penso na morte”

A crise de pânico é a sensação de que algo ruim pode acontecer a qualquer momento e vai causar sofrimento. Passa em mente um filme do que aconteceu. E quando os pensamentos vêm, eles tomam minha mente com ideias fixas. Não sei explicar, só penso na morte. Agonia. E, consequentemente, as reações físicas.

2 – Síndrome do Pânico Depoimento: “endureço como cimento minhas mãos”

Minhas pernas perdem o sentido, não consigo andar, falo enrolada, tremo pavorosamente, como se estivesse tendo convulsão, endureço como cimento minhas mãos esticadas, e um formigamento assustador dentro da cabeça.

3 – Síndrome do Pânico Depoimento: “sai correndo pra rua, quase fui atropelada e me joguei na frente de um carro pra tentar acabar com aquele desespero”

Comecei a sentir medo de sair de casa, medo da morte, medo de atender o telefone, medo de conversar… medo de fazer as coisas mais simples da vida, como ir ao mercado, ter amigos, falar com as pessoas, ver TV. Do pânico veio a depressão, eu passava por isso e não contava pra ninguém, sofria calada, com vergonha, com medo de me acharem maluca ou coisas do tipo. Teve uma vez que eu estava jantando num restaurante com um amigo e, ao pedir ao garçom um copo com gelo, me veio a crise de novo, nesse dia foi uma das piores crises, me tremi muito, comecei a chorar, a tremer de frio, a ver tudo desfigurado, o barulho dos pratos e conversas das pessoas do meu lado me apavorava ao ponto que sai correndo pra rua, quase fui atropelada e me joguei na frente de um carro pra tentar acabar com aquele desespero, meu amigo não entendeu nada porque eu escondia isso de todo mundo.

4 – Síndrome do Pânico Depoimento: “Achava que era fingimento das pessoas”

Tive várias entradas escandalosas em pronto socorros, mil exames, certeza de estar morrendo, gritando por socorro, assustando todo mundo ao meu redor. Em uma dessas consultas, o médico disse que eu tinha Síndrome do Pânico. Justo eu que pensava que isso era coisa de fresco, de fraco. Achava que era fingimento das pessoas. Ainda não estou conformado, tenho muito medo de morrer.  Sempre fui uma pessoa otimista, batalhadora, forte (aparentemente), pois me vi no chão durante as crises.

5 – Síndrome do Pânico Depoimento: “Isso me transforma num ser mais dependente que uma criança”

Adorava carro, mas é sinistro, se o carro está andando, tudo bem… parou no sinal com um carro maior dos 2 lados, nossa, dá vontade de descer e correr. O medo de perder o controle de si mesma é uma coisa que me limita a fazer quase tudo no dia. Isso me transforma num ser mais dependente que uma criança.

6 – Síndrome do Pânico Depoimento: “Muitas pessoas diziam que aquilo era coisa da minha cabeça”

Sentia dores/aperto no peito o tempo todo, nas costas, minhas vistas nunca mais pareciam voltar ao normal, fora as palpitações pelo corpo, falta de ar, garganta fechada, aperto no peito, agonia, taquicardia absurda, enjoo, diarreia, medo descontrolado, corpo trêmulo, mãos geladas, cabeça muito pesada… Mas tem cura, não é um bicho de sete cabeças! Me fizeram todo tipo de exame como: eletrocardiograma, ecocardiograma, exames de glicose, sangue e etc, e depois de todos os exames realizados nos laudos não dava absolutamente nada de anormal. Muitas pessoas diziam que aquilo era coisa da minha cabeça, diziam que eu estava inventando coisa, que isso não existia. “Hipocondríaca”, minha sogra me chamava. Ou “começou essa frescura, estava demorando!”. A verdade é que só entende quem tem. E você não precisa provar nada a ninguém, a não ser a si mesmo.

7 – Síndrome do Pânico Depoimento: “Eu queria minha vida de volta”

Tem muita gente que fica se lamentando, sofrendo, se torturando e não procura ajuda. Mas teve uma hora que disse “CHEGA” e procurei ajuda. Eu queria minha vida de volta.

Síndrome do Pânico tem cura?

Se você procurar um médico e perguntar se a síndrome do pânico tem cura, ele irá te responder que não. Porém a ciência sequer descobriu direito por que temos ataques de pânico em situações normais. Então, você concorda comigo que há um mundo inteiro que a ciência ainda não descobriu? Mas sorte sua que a minha opinião (e experiência de vida) me mostra o contrário: SIM, a síndrome do pânico tem cura, SIM!

Durante quase 20 anos como terapeuta holística, desenvolvi um método inovador para superar síndrome do pânico, medos e fobias. Já ajudei muita gente a ter sua vida de volta. Você também quer superar o transtorno do pânico? Quer um remédio natural? Pois chegou ao lugar certo.

E você sabe por que funciona? Porque eu desenvolvi um método que acessa diretamente o emocional. Raciocine comigo. O medo é uma emoção, e está no nível emocional. Por que diachos então tratam o transtorno a nível físico e mental se o processo acontece devido aos medos que estão no nível emocional?

Pois bem, desenvolvi algo que é pioneiro e inovador. Algo, rápido, simples, fácil e garantido. Clique aqui e saiba mais.

Clique na imagem e conheça meu remédio natural para síndrome do pânico
Clique na imagem e conheça meu remédio natural para síndrome do pânico

Agora, me conte mais sobre você. Você já teve algum sintoma de síndrome do pânico? Comente abaixo 😊

The post 26 Sintomas Síndrome do Pânico e 7 Depoimentos appeared first on Edi Kalsing - Terapeuta Holística e Coach de Vida.

]]>
http://edikalsing.com/sintomas-sindrome-do-panico/feed/ 5
Síndrome do Pânico é Espiritual? Descubra Aqui http://edikalsing.com/sindrome-do-panico-e-espiritual/ http://edikalsing.com/sindrome-do-panico-e-espiritual/#comments Fri, 31 Mar 2017 22:28:15 +0000 http://edikalsing.com/?p=3235 Será que a síndrome do pânico é espiritual?  Neste artigo, você vai ver a relação entre transtorno do pânico e […]

The post Síndrome do Pânico é Espiritual? Descubra Aqui appeared first on Edi Kalsing - Terapeuta Holística e Coach de Vida.

]]>
sindrome do panico é espiritual?

Será que a síndrome do pânico é espiritual?  Neste artigo, você vai ver a relação entre transtorno do pânico e mediunidade e vidas passadas, a síndrome do pânico pelo espiritismo e também o medo exacerbado na visão evangélica. E quais são os tratamentos espirituais para crises do pânico. Você irá descobrir quais são as causas e efeitos da síndrome do pânico, se os ataques realmente são causados por demônios. Vou analisar como algumas religiões explicam os ataques de ansiedade e trazer opiniões diferentes sobre as crises de pânico. Você também vai saber como a medicina tradicional explica, qual é a minha opinião e, de posse de toda essa informação, você poderá tirar suas próprias conclusões.

Durante meus tratamentos como terapeuta holística, é comum pessoas que sofrem de ataques de pânico me falarem o seguinte: “Eu fiz ecocardiograma, deu nada. Fiz eletrocardiograma e nada. Exames de glicose, sangue… Nada!”. Ou seja, o corpo físico está aparentemente bem, mas as crises de ansiedade continuam.

E você sabe como os ataques são terríveis: as pernas perdem o sentido, não se consegue andar, a fala é enrolada, bolo na garganta, boca seca, se treme pavorosamente, como se estivesse tendo convulsão, as mãos esticadas endurecem como cimento e há um formigamento assustador dentro da cabeça.

Já que a medicina muitas vezes não consegue achar o problema físico do paciente, será que a espiritualidade explica? Talvez você já tenha se perguntado isso, assim como essas pessoas:

sindrome-do-panico-e-espiritual
“Síndrome do Pânico é Espiritual?” é uma questão recorrente no Yahoo Respostas.

É disso que vou falar neste artigo. Se você fez exames, nada foi detectado. Então, se questionou: seria a causa do síndrome do pânico espiritual? Vamos descobrir juntos? Vem comigo!

 Síndrome do Pânico na Visão Evangélica

sindrome-do-panico-visao-evangelica
Os dados da síndrome do pânico, na visão evangélica, foram retirados de artigos redigidos por pastores

 

A Síndrome do Pânico na visão evangélica é separada entre dois pensamentos opostos. O primeiro crê que a causa da síndrome do pânico é provocada por espíritos malignos e o tratamento espiritual seria a oração, a bíblia e a fé em Deus. Já o segundo acredita que a Síndrome do Pânico não é causada pelo diabo, mas, sim, é uma doença física e deve ser tratada com medicamentos.

O pastor evangélico Renato Vargens é da segunda categoria. Ele diz que fica com vergonha cada vez que ouve um pastor falando que a síndrome do pânico é uma ação demoníaca. Ele não aceita que a doença seja tratada com origem diabólica e diz que não é o caso de expulsar “demônios da Síndrome do Pânico” – pois isso não existiria. Para ele, o transtorno do pânico é uma doença física e deve ser tratada como tal, com remédios e medicina tradicional. Claro que a fé importa na cura.

Já o pastor José Infante Jr., fica no meio termo. Ele não faz menção à qualquer entidade diabólica, mas afirma que, em alguns casos, um “pecado adormecido no profundo ser” pode reforçar a doença. Um crente com síndrome do pânico jamais deve ser condenado por falta de fé, segundo ele. Pois tal atitude apenas aumenta ainda mais sua culpa. O pastor aconselha que os crentes acometidos de síndrome do pânico tomem remédio prescrito por médico e busquem a cura também na palavra de Deus.

No entanto, o Pr. Ev. Sérgio Lopes garante que a síndrome do pânico e a depressão são provocadas por Satanás e ele utiliza passagens bíblicas para expressar seu ponto de vista. Para ele, a síndrome do pânico é espiritual. Veja um trecho de seu texto:

“Qual a garantia que a Bíblia nos dá de que a Síndrome do Pânico e a Depressão são provocadas por espíritos malignos? É Simples. A Síndrome do Pânico, o simples momentos de pânicos e a Depressão matam e segundo a Bíblia, quem veio para matar e destruir é Satanás e seus demônios. Jõ. 10: 8 – 10. Outra coisa, a Síndrome do Pânico e a Depressão é uma grande mentira que o diabo coloca na mente do homem. Jõ. 8: 44.”

Para ele, a única cura está em acreditar na palavra de Deus e fazer orações. Cabe salientar aqui um mito da síndrome do pânico: síndrome do pânico NÃO mata, apesar de quem sofre ter a sensação de que vai morrer devido ao coração acelerado. Apenas a depressão pode matar, quando a pessoa comete suicídio.

remédio natural síndrome do pânico
Clique na imagem e conheça meu remédio natural para síndrome do pânico

Demônio da Síndrome do Pânico

sindrome-do-panico-demonio
Algumas vertentes da Igreja Evangélica acreditam que a síndrome do pânico seja causada por demônios, mas isso não é consenso.

Como foi escrito acima, algumas vertentes da Igreja Evangélica acreditam que a Síndrome do Pânico é causada pelo demônio. Como se a pessoa estivesse possessa pelo Satanás e precisaria de tratamento espiritual para a cura – como orações e fé na palavra de Deus. No entanto, isso não é consenso entre os pastores.

Já o Espiritismo coloca que uma das hipóteses para a síndrome do pânico seja um espírito obsessor. Porém há ainda outras três causas para o transtorno segundo a doutrina, que você verá mais abaixo.

Uma explicação histórica para esta crença de demônio associado à síndrome é a própria origem do termo “pânico”. “Pânico” vem de “Deus Pã”, um dos deuses da mitologia grega. O Deus Pã cuidava da natureza e sua aparência era assustadora. Metade homem, metade cabra, com chifres. Ele gostava de assustar as pessoas. Depois da chegada do cristianismo, a imagem do Deus Pã se transformou no conhecido demônio. E passou a ser associado ao medo, à loucura, ao pecado e ao pânico.

No final das contas, acreditar se existe um demônio da Síndrome do Pânico depende da sua fé.

pdf gratuito síndrome do pânico e espiritualidade aqui
Baixe um PDF gratuito sobre síndrome do pânico e espiritualidade

Síndrome do Pânico Mediunidade

sindrome-do-panico-mediunidade
No espiritismo, alguns médiuns apresentam sintomas parecidos aos da síndrome ao começar a desenvolver a mediunidade

 

Muitas pessoas acreditam que a síndrome do pânico seja causada por espíritos e, por isso, quem é médium teria uma predisposição maior a ter ataques de pânico. A mediunidade é a incorporação de espíritos de outros planos, quando a pessoa que recebe passa a ser porta voz de outra alma. Como muitos não se reconhecem durante a síndrome do pânico, surge a dúvida se não seria um espírito incorporado.

Segundo Nadya Rodrigues da Silva Paiva, que estuda mediunidade há 30 anos, é possível que haja uma relação entre síndrome do pânico e a capacidade de incorporar as influências energéticas e espirituais. Ela salienta que a doença é comum entre pessoas muito sensitivas. A cura, de acordo com a estudiosa, é o autoconhecimento e o domínio de sua capacidade de consciência. Ela não aconselha o uso de medicamentos.

A ideia é dominar a mediunidade, ter controle de quando haverá a comunicação com espíritos de planos diferentes. Assim, aquele que recebe o espírito não se torna “joguete da influência alheia”, como ela diz. Nadya acredita que apenas com amor e autoconhecimento se chega à cura.

Já o espiritismo não confirma que necessariamente a síndrome do pânico tenha a ver com mediunidade – porém alguns médiuns desenvolvem sintomas semelhantes aos do transtorno, no início da aprendizagem. Muitas vezes os seguidores de Alan Kardec acreditam que a síndrome do pânico esteja relacionada com outras vidas, como veremos a seguir.

Síndrome do Pânico e Vidas Passadas

sindrome-do-panico-vidas-passadas
Agora você vai saber a relação entre síndrome do pânico e vidas passadas

 

Para quem acredita que exista outras vidas, que existe reencarnação, a resposta da causa da síndrome do pânico pode estar aqui. Segundo a terapeuta de vidas passadas Hee Jin Myung, quanto mais velho for um espírito, maior é seu medo de morrer. Medo de morrer, aliás, é um dos grandes medos paralisantes da síndrome do pânico.

É comum pessoas começarem a desenvolver a síndrome após entrar em contato com um ambiente muito lotado de gente. Isso poderia ser explicado porque talvez em suas vidas passadas tenham morrido pisoteadas por uma multidão, por exemplo. Ou outros tipos de mortes traumáticas como afogamento, acidente, desabamento de casa ou terremoto… A memória funciona como um gancho. Ao passar por um momento de estresse, o corpo espiritual “se lembra” da violência da morte. No entanto, a consciência atual não tem acesso a essa memória e apenas experencia o medo.

O tratamento seria fazer uma sessão de regressão de vidas passadas. Assim, a morte súbita e violenta entra para o consciente da pessoa. Ao reviver o passado e entender a origem do seu problema, a pessoa deixaria de ter síndrome do pânico.

remédio natural síndrome do pânico
Clique na imagem e conheça meu remédio natural para síndrome do pânico

Cura Síndrome do Pânico Espiritismo

sindrome-do-panico-espiritismo
O tratamento para síndrome do pânico no espiritismo é ir até uma casa e receber orientação

 

Segundo o espiritismo, a síndrome do pânico pode ser causada por quatro hipóteses: a primeira é que a pessoa estaria com um espírito obsessor. Já a segunda é que ela tenha uma predisposição genética a ter desequilíbrios químicos em função de delitos cometidos em vidas passada. E a terceira é que a mediunidade esteja começando a aflorar, o que desencadeia sintomas semelhantes à síndrome do pânico devido à aproximação de espíritos em estados de perturbação. Já a quarta hipótese é que, durante os ataques de pânico, a pessoa esteja acessando o pavor de mortes traumáticas de vidas passadas.

Como geralmente a pessoa não sabe como morreu nas vidas passadas, ela não sabe – não tem consciência – da causa real das crises de pânico (veja mais no subtítulo acima). A ordem em que enumerei as causas é aleatória. Para saber qual é seu caso, é indicado que você vá até uma casa espírita e receba orientação. Nos quatro tipos, há tratamento espiritual. Basta buscar uma casa espírita. E sempre é indicado que, após a pessoa receber orientação, estude a doutrina espírita. De qualquer maneira, os espíritas não descartam tratamento médico, com psiquiatra. Pelo contrário, a casa espírita vai funcionar como um auxílio em paralelo ao tratamento médico.

 

Joana de Angelis Síndrome do Pânico

O livro “Amor Imbatível Amor”, do espírito Joana de Angelis, psicografado por Divaldo Franco, fala sobre síndrome do pânico. O livro faz parte da literatura espírita. Segundo ela, a síndrome do pânico é causada por delitos cometidos em vidas passadas. Em função de erros em vidas passadas, o corpo da vida atual tem predisposição genética a ter desequilíbrio químico (razão científica das crises).

pdf gratuito síndrome do pânico e espiritualidade aqui
Baixe um PDF gratuito sobre síndrome do pânico e espiritualidade

Síndrome do Pânico na medicina

A síndrome do pânico ocorre após intensa ansiedade, quando é liberada uma química no cérebro, gerando pânico descontrolado. Veja o vídeo do médico Drauzio Varella:

O tratamento médico é a base de ansiolíticos e às vezes antidepressivos, junto à psicoterapia. A medicina tradicional não acredita que a síndrome do pânico seja espiritual.

Minha opinião

sindrome-do-panico-espiritual
E o melhor de tudo: eu sei como você pode ter sua vida de volta com um remédio natural para síndrome do pânico

Decidi escrever sobre isso, pois era uma dúvida dos leitores. Acredito que a informação liberta e talvez com o que te passei, você consiga achar um caminho para a cura. Vamos analisar essa situação de um prisma totalmente diferente e vou começar lhe fazendo uma pergunta: E se o medo de morrer não fosse seu e sim do próprio medo?

Deixe-me explicar

Neste Ebook que você pode baixar gratuitamente, você poderá compreender melhor o que vou explicar aqui.

Vamos partir do pressuposto que a Síndrome do Pânico é um Grupo de Medos Agindo em Conjunto. Pois bem, a pergunta seguinte é: _ Mas de onde surgem os medos?

De onde surgem os medos?

Bem, a primeira coisa a informar é que cada um criar, alimenta e resolve os seus medos. Ou seja, os medos que você sente, de alguma forma, você os criou.

A criação dos medos está associada a quatro hipóteses.

A primeira é através de medos aprendidos e a grande maioria dos influenciadores começa com a letra “P”. Pais, professores, parentes, padres, pastores, políticos, propaganda, parceiros. Você, com certeza lembra-se de coisas que foram ensinadas assim como no meu caso, que até hoje, tenho medo de falar com pessoas estranhas, pois foi ensinado que eu não falasse com pessoas estranhas, pois era perigoso.

Já a segunda forma de criar nossos medos imaginários. Sabe aqueles dias em que sua cabeça é parceira do “e se”? E se der errado?  E se nada der certo? E se eu morrer? E se … E daqui a pouco, sua mente já não consegue mais distinguir a realidade da fantasia criada em sua cabeça. Ou seja, você acabou de criar vários medos assustadores somente pensando no pior.

Na terceira hipótese de surgimento de medos é baseado em medos nascidos de fatos reais que você viveu.  Sim, eu sei que você deve estar pensando que esses medos são justificáveis, pois bem, vamos a um ponto bem interessante. Sim, os medos se apresentaram, só que foram intensificados no momento que esse fato foi relatado para inúmeras pessoas e revivido centenas de vezes em sua mente. Esse é o agravante, pensar e falar sobre o assunto sem parar.

O quarto e último ponto é o que eu apelidei de “o medo do sofá da sala”. Isso mesmo. É aquele momento que você pega seu jornal ou liga sua TV para se “informar” dos últimos acontecimentos. As tragédias, onde a maioria  começa com a letra “a”, acidentes, assassinatos, assaltos, mortes… Ao se expor a essas informações, automaticamente você deixa que novos medos se instalem em sua vida.

Além disso, sua vida acelerou, você assumiu inúmeros compromissos, o tempo parece que não é o suficiente e começa o medo de não vencer, o medo de ser cobrado, o medo de errar e ainda por cima não consegue dizer não e continua assumindo mais coisas. Isso te parece familiar?

Pensa comigo, você ainda acredita que é a síndrome do pânico é  espiritual?

Outra coisa, você de uma hora par outra do nada, começa a ter crises. Do nada?

Você acabou de ver, nas quatro formas de criar e alimentar os medos, que isso tudo já vem se construindo há algum tempo. Não é?

E agora quero partir para mais uma reflexão. O medo é uma emoção. Isso quer dizer que ele está instalado no nível emocional. Isso mesmo, eu falei nível emocional. Ou seja, não é físico, nem espiritual e muito menos mental.

Se analisarmos esse fato, surge uma pergunta. Mas então é por isso que medicamentos, tratamentos psicológicos e espirituais demoram tanto para surtir efeito? A minha resposta é sim. Pois o nível que teria que ser acessado, que é o emocional, não está sendo tratado.

No entanto, te convido a um caminho da cura muito mais rápido… Eu desenvolvi um método em que falo (acesso) diretamente com as emoções e a pessoa, em menos de cinco minutos consegue se libertar de um medo. Já ajudei muitos clientes a acabarem com a síndrome do pânico. E você, está pronto para ter sua vida de volta? Entre aqui.

Conclusão

sindrome-do-panico-espiritual
Acreditar que a síndrome do pânico é espiritual depende da sua fé

No final das contas, acreditar que a síndrome do pânico é espiritual depende da sua crença e religião. Não necessariamente é causada pelo “diabo” – apenas algumas vertentes da igreja evangélica creem nisso. Outras apontam que o transtorno de pânico é apenas uma doença do corpo e deve ser tratada com medicamentos.

Já no espiritismo, nem sempre ter síndrome do pânico significa que você esteja com um espírito obsessor. Pode ser que você esteja começando a desenvolver mediunidade ou seu corpo esteja acessando memórias de vidas passadas. Mortes traumáticas anteriores.

Eu respeito toda diversidade de crença, mas, na minha opinião, a síndrome do pânico não é espiritual. A síndrome do pânico vem de medos. Medo de morrer, de enlouquecer e até medo do medo (medo de ter outra crise de ansiedade). E medos são emoções. Por isso, a síndrome do pânico deve ser tratada no nível emocional. Sorte sua que chegou até aqui, pois eu tenho um remédio natural que cura o transtorno do pânico. Clique aqui e saiba mais.

E você, no que acredita? A síndrome do pânico é espiritual? Comente abaixo com sua opinião.

Síndrome do Pânico tem Cura

 

The post Síndrome do Pânico é Espiritual? Descubra Aqui appeared first on Edi Kalsing - Terapeuta Holística e Coach de Vida.

]]>
http://edikalsing.com/sindrome-do-panico-e-espiritual/feed/ 1
O Vazio Interior, de Onde vem e o Que Fazer? http://edikalsing.com/o-vazio-interior-de-onde-vem-e-o-que-fazer/ http://edikalsing.com/o-vazio-interior-de-onde-vem-e-o-que-fazer/#comments Tue, 17 May 2016 14:24:50 +0000 http://edikalsing.com/?p=2938 O Vazio Interior, de Onde Vem e o Que Fazer? O que é esse tal de “Vazio Interior”? Primeiramente vamos entender […]

The post O Vazio Interior, de Onde vem e o Que Fazer? appeared first on Edi Kalsing - Terapeuta Holística e Coach de Vida.

]]>
O Vazio Interior, de Onde Vem e o Que Fazer?

vazio interiorO que é esse tal de “Vazio Interior”?

Primeiramente vamos entender o que é esse tal de “Vazio Interior”.
Bem, o vazio dá aquela sensação de que sempre falta algo para nos preencher, de que estamos sempre sozinhos.
Muitos começam uma busca desenfreada por comida, mas comem, comem e comem e nada preenche essa sensação e nada desse vazio interior acabar.
Da mesma forma a busca de festas, drogas, sexo e quanto mais busca, mais vazio interior sente.

Por que isso se manifesta? Vamos falar sobre isso agora.

AQUI VAI UMA CURIOSIDADE E UMA AUTOANÁLISE
Você sabia que o tamanho do seu vazio, da sua sensação de solidão é proporcional à distância que você tomou de você mesmo?

Exatamente!!!

Se a sensação de vazio é enorme, então você está há muito tempo somente voltado para coisas, pessoas e situações “fora de você”.

  • Você esqueceu de dizer não;
  • Você vive só para os outros;
  • Faz tempo que você não faz algo para você;
  • Sentar, meditar ou sentir a si mesmo raramente acontece…

Agora resta saber o que aconteceu para esse distanciamento aparecer e é o que vamos ver abaixo.

MAS DE ONDE VEM ESSE VAZIO INTERIOR?

Bem vamos fazer 3 perguntas básicas aqui:

1- Procure se lembrar se sempre foi assim…
Sim, tem pessoas que lembram que desde a sua infância esse vazio já se apresentava. Poderia ser o seu caso?

2- Quando foi que essa sensação de vazio interior começou?
Caso souber, procure ver se consegue saber exatamente ou pelo menos aproximadamente quando você começou a se sentir diferente.
Um dos sinais característicos é se sentir sem vontade para realizar as coisas que davam prazer ou percebe uma desmotivação nas tarefas triviais no dia a dia. Em casos extremos inclusive a pessoa passa a ter um desleixo com o corpo, com suas roupas, perde a fome e inclusive se boicota em sua higiene pessoal.

3- Procure se lembrar o que aconteceu em sua vida exatamente naquele período da sua vida.
Avalie se pode ter sido um sonho ou um projeto que não realizou. Também temos casos em que a pessoa entrou num relacionamento e se dá conta que não era aquilo que esperava. Já em outros caso é justamente o rompimento de uma relação que deixa um vazio interior.

LIBERDADE

O QUE FAZER PARA ACABAR O VAZIO INTERIOR?

Antes de tudo, faça uma análise do que você fazia antes de começar a se sentir assim. Você lia, corria, dançava, cantava ou simplesmente era feliz do nada?

Você poderia ter se deixado de lado para agradar alguém e essa pessoa não reconheceu seu esforço?

Você talvez acreditou no que te falaram em relação a um sonho seu ou fizeram uma crítica em relação aos seu jeito de ser?

Perceba que uma força pesada e negativa está em seu peito, te puxando para baixo, te dando a sensação de que a vida perdeu o sentido, mas isso tudo pode ser mudado. Você pode jogar isso tudo de lado e fazer um novo caminho. Volte a colocar vida em sua vida.

Perceba como você era feliz ao fazer essas coisas e volte a fazê-las, incluindo as em seu dia a dia.

vazio interior 2

Pare um pouco, feche seus olhos e recorde de como essa pessoa (dentro de você) se sentia naquela época. Com quais amigos saia? O que fazia para se divertir? E permita-se sentir isso, deixe seu corpo ter novamente essa sensação de estar feliz, estar preenchido de si mesmo e aos pouco você passa a TER VOCÊ DE VOLTA.

Mas se você respondeu sim ao primeiro item, ou seja, sempre sentiu esse vazio interior, pode ser então, que você conviveu com alguns conflitos familiares, talvez tenha sofrido alguma violência e acabou fazendo um bloqueio dentro de você mesmo para não querer viver a realidade que se apresentava.

Procure olhar para esse ser que é você. Perceba quantas qualidades e forças você tem dentro de você. Dê valor a esse ser humano, esse ser único, que hoje tem o poder de escolher entre dar força ao passado ou decidir construir um novo futuro a partir do AGORA.

Acredite, tanto você, assim como qualquer ser humano, em algum momento pode passar por essa sensação de vazio interior. Ninguém está totalmente livre, e a notícia boa é que podemos voltar para nós mesmos e se sentir pleno.

Volte a fazer coisas que lhe davam prazer, que lhe deixavam feliz.
Reaja e volte a viver.

Leia também:

3 formas de melhorar sua autoestima

Onde você amarrou a sua felicidade?

A tristeza tem sua utilidade

Para finalizar quero deixar aqui um áudio de presente que vai ajudar você sair do vazio interior voltando para você.

O Titulo do Áudio é: Saindo da Solidão, Voltando Para Si Mesmo **CLIQUE AQUI E OUÇA JÁ**

Edi Kalsing

Saindo do Vazio Interior rumo ao SER FELIZ…

The post O Vazio Interior, de Onde vem e o Que Fazer? appeared first on Edi Kalsing - Terapeuta Holística e Coach de Vida.

]]>
http://edikalsing.com/o-vazio-interior-de-onde-vem-e-o-que-fazer/feed/ 1
Os 12 Setores da Nossa Vida http://edikalsing.com/os-12-setores-da-nossa-vida/ http://edikalsing.com/os-12-setores-da-nossa-vida/#comments Tue, 02 Jun 2015 15:46:00 +0000 http://edikalsing.com/os-12-setores-da-nossa-vida-edi-kalsing-terapias/ Os 12 Setores da Nossa Vida Você sabe quais os setores de sua vida? As Casas Astrológicas representam os vários […]

The post Os 12 Setores da Nossa Vida appeared first on Edi Kalsing - Terapeuta Holística e Coach de Vida.

]]>
Os 12 Setores da Nossa Vida

Você sabe quais os setores de sua vida?

12 setores astrológicosAs Casas Astrológicas representam os vários setores da nossa vida.
Temos 12 setores  que precisam ser observados em nossa caminhada de vida.
  • A primeira casa nos coloca no compromisso de cuidar do nosso corpo físico, que precisa ser bem alimentado, descansando quando sentir cansaço e sempre que possível fazer algum exercício físico.
  • A segunda área está associada aos recursos materiais e nossa segurança emocional. Ela nos questiona em relação ao nosso conforto físico e emocional.  No físico é o alimento para a fome e uma boa casa e cama para descansar e dormir. Já no emocional procuramos estar seguros de que teremos um apoio ou um equilíbrio interno nos momentos de “tempestades” voltados à emoção. E em relação ao dinheiro precisamos nos educar para não gastar mais do que ganhamos e nem perder a tranquilidade quando muito temos.
  • A terceira casa nos faz lembrar que é de vital importância o aprendizado e procurar ter um bom relacionamento e uma boa comunicação com nossos irmãos, vizinhos e com todos que encontramos no dia a dia.  
  • A quarta casa foca a família, essa área quer que tenhamos um bom convívio familiar.  Afinal é de lá que trazemos as lembranças e recordações e é lá que repousamos e queremos nos sentir protegidos e seguros.
  • A quinta nos lembra que divertir também faz parte da vida. Também lembra que criar faz parte da nossa jornada.  A criação pode estar relacionada com criar um filho, criar um projeto, criar algo que te dê prazer e só você que está dentro de você sabe o que te alegra a Alma. Vá e faça.
  • A sexta casa nos coloca de frente com nossos hábitos, nossa relação com o trabalho. Afinal, tudo o que merece ser feito, merece ser bem feito. A sexta casa também quer que façamos uma avaliação de saúde periodicamente. Quanto tempo faz que você não faz um chek-up?
Setores da Vida.

Os setores seguintes estão voltados para situações externas

 

  • A sétima área nos coloca frente a frente com o outro. Esse outro pode ser companheiro ou companheira, um chefe ou um sócio, e nos questiona para saber se estamos tendo equilíbrio e senso de justiça conosco e com o outro.
  • A oitava, nos faz entrar nas profundezas da nossa Alma para buscar e limpar as “sujeiras” que estávamos colocando “embaixo do tapete”. Esse trabalho interior  traz  transformações profundas. A 8ª casa também nos lembra que a sexualidade faz parte de nossas vidas e que devemos cuidar para não entrarmos para extremos, nem demais, nem de menos.
  • O nono setor nos cobra para que não nos esqueçamos de buscar estudos superiores, que não precisa necessariamente ser uma universidade, podendo ser a “faculdade da vida”. Sempre buscar o conhecimento de nós mesmos para que descubramos que tipo de caminho devemos seguir.
  • A décima casa, é a casa que representa nossa vocação, aquilo que nos realiza. É através dela que nos realizamos e conquistamos nosso status social. Precisamos saber quais são os talentos que definem a nossa caminhada profissional.
  • A décima primeira nos convida a preservar as amizades e lembrar que temos que ter consciência social, espírito de solidariedade sem esquecer de nós mesmos.
  • A décima segunda casa é a casa da Intuição, casa da sensibilidade. Se refere às buscas Espirituais. É a casa da doação e da compaixão.  E a pergunta que não cala é: qual é a razão da nossa existência? Por que estamos aqui e qual é nossa missão espiritual? É mais tranquilo em relação a esse setor, quem sempre buscou o autoconhecimento para “nortear” a sua vida.

Image and video hosting by TinyPic

[content_box_red width=”95%”][content_box_grey width=”90%”]
Você gostou do que leu? Então compartilhe clicando no
Box Flutuante a esquerda da página e compartilhe em suas redes sociais!!!
Ah, você também pode deixar seu comentário logo abaixo, eu vou gostar. 🙂
O blog é seu também, você sempre será muito bem vindo(a)!!
Deixe seu e-mail abaixo e receba VÍDEOS e + novidades do Blog…
[/content_box_grey][/content_box_red]
.
Sinta-se inteiro, completo e realizado em todos os sentidos, cuidando de todos os setores.

 

The post Os 12 Setores da Nossa Vida appeared first on Edi Kalsing - Terapeuta Holística e Coach de Vida.

]]>
http://edikalsing.com/os-12-setores-da-nossa-vida/feed/ 10